quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Lapa


Como podem perceber este blogue é dominado por temas e fotografias relacionadas com a Lapa.
Algumas pessoas de vez em quando diziam: ó Nuno tens de me arranjar umas fotos aqui da terra, Tu até tens algum jeito é pá eu agradeço-te, vê lá se arranjas alguma coisa. e foi assim que nasceu o meu blogue!
Costumo dizer em tom de brincadeira que não há ninguém que goste tanto desta terra como eu, até posso estar enganado, mas isto tem certamente muito de verdade.
Trazer valor acrescentado, tentar com o meu contributo melhorar alguns aspectos discutindo as virtudes e também os pontos fracos é o objectivo.
Gostava muito que os seguidores deste blogue, moradores e visitantes da Lapa dessem também o seu contributo deixando comentários a esta mensagem.
Muito Obrigado.

7 comentários:

  1. aq foto está lindíssima, Nuno. diz-me lá concretamente onde isso fica, que fiquei curiosa. a foto está fantástica!!!

    ResponderEliminar
  2. Óla Sofia. Se vier direção Viseu, segue para Sátão, Aguiar da Beira no centro Histórico corta á direita e tem indicação Senhora da Lapa.
    Aconselho ir á Lapa durante a semana!
    Quando estiver por lá posso oferecer um café, no Romarias, é só perguntar por mim!
    É sempre bem-vinda.
    Boa vigagem.
    Nuno

    ResponderEliminar
  3. Boa, conheço viseu já lá estive em tondela na ACERT e na cidade e acho aquilo lindíssimo!!! Sim, se for por esses lados, fica combinado;)

    ResponderEliminar
  4. Nuno adorámos o teu blogue, está tudo um espectaculo. A escrita e as fotos. Esta foto está linda e claro, só podia ter sido tirada a partir da casa dos meus avós. Beijinhos. Margarida e Familia

    ResponderEliminar
  5. Sónia Cardoso (Quintela da Lapa)16 de abril de 2010 às 12:40

    Bem... estou maravilhada...

    Descobri o teu blog sem querer, e amei...
    Fora de série, mesmo ;)

    Vou passar a vir com regularidade ;)

    ResponderEliminar
  6. Esta bela imagem, fez-me recuar a Novembro de 1973, quando eu estava acampado numa eira junto ao seminário. Dormi descansado, vencido pelo cansaço da viagem da subida. Ao acordar e ao abrir a tenda, renasci com o espectáculo que se me deparou diante dos olhos. Depois de um dia de sol um dia de neve. Lá calcei as botas cardadas e lá me parti até à taberna que ficava defronte do pelourinho, para me enroscar na lareira que estava sempre acesa. Ali se comia um excelente cabrito feito na hora e as mesas era feitas de máquinas de costrura SINGER. Será que ainda existe? Não conheço o estrangeiro, mas orgulho-me de conhecer o nosso cantinho como a palma das minhas mãos. Cumprimentos João ColaÇO PORTOMAR ( a sete Kms do mar) Mira.

    ResponderEliminar
  7. Es ca dos meus nuno correia . qualder dia campo quando chegares de FRANÇA abraço :joao pedro

    ResponderEliminar