segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Miudos de Fonte Arcada

  

Era um dia de festa em Fonte Arcada,
Engraçado nunca tinha passado por lá nesse dia!
Por ser domingo os anos que passaram deveria estar a trabalhar no café dos meus pais certamente, era a rotina semanal, os meus amigos iam brincar, passear e namorar eu ficava a trabalhar, tinha mesmo de ser para pagar as despesas da escola.
Já passou agora tenho tempo para essas coisas mas não é como antes.
Perdi-me no tempo deve ser isso.

Lembrei me de mim quando era como eles...

5 comentários:

  1. Sim, é verdade, perdes-te algumas dessas coisas, mas ganhas-te em conhecimento do ser humano...porque não eram apenas os da terra, mas também todos os que vinham de fora...e que anos após ano voltavam...e que encontravam ali um não sei o quê de afecto... muito afecto...
    Já agora, tiras-me um café...

    ResponderEliminar
  2. Concerteza, vai desejar curto? Chavena escaldada?
    A sua cara não me é estranha...

    ResponderEliminar
  3. Gosto de quando te perdes no tempo, Nuno, arrastas-me contigo...

    ResponderEliminar
  4. Sofia senta-te comigo.

    "A vida passa e não fica, nada deixa e nunca regressa"

    "Ser-me-ás suave à memória lembrando-te assim — à beira-rio"

    Ricardo Reis

    ResponderEliminar
  5. Isso é um sentimento pelo qual todos nós passamos pois agora se calhar temos tempo ou meios para fazer aquilo que queriamos fazer quando eramos crianças só que agora já não é a mesma coisa, grande abraço...

    ResponderEliminar