quarta-feira, 28 de julho de 2010

O Barbeiro do Granjal


Barba ou cabelo?

Sempre se sorriso rasgado lá estava ele a aprumar os clientes, as ferramentas de corte não eram as mais actuais mas valeu apena pela simpatia do Barbeiro do Granjal.

Sabes bem que a mim é que nunca me vais apanhar na tua cadeirinha.

Um grande abraço.


3 comentários:

  1. ah ah ah então porquê Nuno?

    huum! por acaso tinhas alguma divida para com ele e... receavas o teu pescocinho? ah ah ah ah

    genial este post!

    abraço
    Walter

    ResponderEliminar
  2. Este blog é um poema de amor a esta gente que me fala de perto ao coração.
    Parabéns Nuno!
    Isto tudo é um presente; obrigada!
    Vou te seguindo,
    abraços desde o Brasil,
    li

    ResponderEliminar
  3. Ola,Nuno....adorei......esta muito fixe...ver assim a neve o meu padrinho a nossa terra...que saudades...Beijinhos para a os teus,Carlitos e familia,para a Xana e sua familia....e beijinhos para ti...Sou a Sandra

    ResponderEliminar