sábado, 28 de dezembro de 2013

Em Português...


Hoje tive tempo de voltar a este espaço por vezes abandonado por tempos esquecido, para além das imagens hoje elaborei uma pequena Playlist de musica em Português, letras e musicas que fazem parte do meu passado e certamente do meu futuro enquanto viver, é a minha verdadeira cultura a minha língua, não se esquece ou apaga...

Veytaux, Suiça


domingo, 6 de outubro de 2013

Gar de Lyon


Onde vejo sorrisos dos encontros,
Os abraços e olhares das despedidas.
E fico ali sentado no tempo
a recordar as minhas chegadas e partidas
até á próxima viagem...





quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Às vezes, em dias de luz perfeita e exacta




Às vezes, em dias de luz perfeita e exacta

Às vezes, em dias de luz perfeita e exacta,
Em que as coisas têm toda a realidade que podem ter,
Pergunto a mim próprio devagar
Porque sequer atribuo eu
Beleza às coisas.

Uma flor acaso tem beleza?
Tem beleza acaso um fruto?
Não: têm cor e forma
E existência apenas.
A beleza é o nome de qualquer coisa que não existe
Que eu dou às coisas em troca do agrado que me dão.
Não significa nada.
Então porque digo eu das coisas: são belas?

Sim, mesmo a mim, que vivo só de viver,
Invisíveis, vêm ter comigo as mentiras dos homens
Perante as coisas,
Perante as coisas que simplesmente existem.

Que difícil ser próprio e não ser senão o visível!

                                        Alberto Caeiro

sábado, 7 de setembro de 2013

Por aqui.


Olá a todos, se ainda é que está alguém por ai! queria dizervos que ainda ando por aqui.
Um abraço e até breve.



quarta-feira, 8 de maio de 2013

Lapa


Uma aldeia que passava como despercebida nos afloramentos de granito do alto da serra, dai a sua beleza natural, um equilíbrio entre as contruçoes e o meio ambiente circundante, era a Lapa com cinco séculos e ao mesmo tempo a Lapa da minha infância.