quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Ponte Ferradosa Douro


5 comentários:

  1. As pontes ligam, também, afetos.

    OBRIGADA!

    ResponderEliminar
  2. Já vi que leu as minhas anteriores "observações". O comentário que lhe deixei, hoje, em resposta à sua resposta, não tem razão de ser. As minhas desculpas, porque só agora reparei.

    Normalmente, foram e são os engenheiros que concebem pontes, isto é, ligações. Então, os afetos conseguem-se e ampliam-se com aproximação, e nunca com afastamento.

    Noite mega feliz.

    ResponderEliminar
  3. Já colaborei na construção de Pontes, de afetos sei muito pouco... Boa Noite Céu.

    ResponderEliminar
  4. Se já colaborou na construção de Pontes, como afirma, então, voluntariamente, ligou e multiplicou afetos, sem dar por isso.
    Os afetos, falo genericamente, não se estudam, não se ensaiam, bem pelo contrário, sentem-se e são tão naturais como a nossa própria sede. Se calhar até sabe muito deles, e já os sentiu, mas são "coisas" que não se explicam.

    Boa noite, Nuno!

    ResponderEliminar