sábado, 22 de novembro de 2014

OUTONO




21 comentários:

  1. Que "coisinhas" tão lindas! Quem não tiver os olhos muito bonitos, fica, ao ver estas fotos, com eles, deslumbrantes e deslumbrados.

    Olá, querido Nuno!

    Postou tão cedinho! Passei por aqui a seguir ao almoço, e o seu blogue k está na hora portuguesa, creio, não tinha ainda novidades. Há pouco, voltei a passar, e já tinha estes pequenos tesouros à vista de todos nós, só k depois de eu ter escrito o comentário, cliquei em publicar e ei-lo k se evapora. Já, ontem à noite, sucedeu o mesmo, mas não há como continuar a insistir.

    Conte-me como foi o seu dia, a sua manhã. Deitou-se e rebolou-se no chão da floresta? Acertei? Que purificação e que liberdade! Não fumou lá, pke não podemos poluir o k está puro. Vá lá, Nuno, por si e pelos outros, comece a pensar em deixar de fumar. Promete? Sabe k qdo eu estou junto de pessoas fumadoras, mesmo k não estejam a fumar, fico com mta tosse e com falta de ar. Então, vai pensar seriamente no assunto?

    Bem, qto às fotos estão uma delícia, e olhe k se fossem comestíveis, eram decerto doces, e aí, eu "enganava" o meu pâncreas, "comendo-as", com os olhos, claro. Por vezes, não me importo de ser diabética, pke há causas k o justificam. Falando sério, ando com uma apetência elevadíssima para doces, e eu não posso, mas ando sempre a "escorregar". Freud e os psicólogos, em geral, atribuem esta vontade a a carências afetivas ou a preocupações k queríamos ver bem atrás das costas. Acho k têm razão, mas a cabeça fez-se para funcionar.

    Das fotografias postadas, já escolhi a ELEITA, A MINHA, e k é a do meio, sem dúvidas. Aconchegante, quente, "pecaminosa, qto baste, pke aquele chão pode mto bem servir de leito e os ramos, embora com poucas folhas, ainda podem ser lençóis de cetim. Enfim, estas metáforas, comparações, eu já as fazia na 4ª classe, e a Professora disse à minha mãe k eu tinha mta imaginação, demais para a idade, aliás, e k era mto precoce, pensando em cenários destes. Pobre de mim, k nem tal me passava pela ideia, nem sabia nada de nada. Só Maria, Nossa Senhora, estava mais pura k eu.

    Na 1ª e 3ª fotografias, parece haver água no chão, ou será alguma ribeirinha, não sei. É o solo, apenas?

    Aguardo a sua visita, as suas palavras.

    Beijos e até já.

    PS: está uma noite gélida, aqui. Imagino, aí.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, Céu.
      Este foi um dia longo, acordei antes do sol nascer, os primeiros minutos de luz são de uma beleza mensural, fico como que hipnotizado e não consigo fotografar esse breve intervalo de tempo,aconteceu-me hoje.
      na esquerda é um lago verde, lodo e algas verdes.
      Lençóis de cetim
      Subi árvores, passei pequenos ribeiros, cai nas folhas, meti os pés na agua, senti liberdade e afastamento.
      Ainda bem que gostou, são as cores do Outono, 80% das folhas caíram, vem ai o inverno esse será a preto e branco certamente.
      Sou fumador apenas quando o sol se põe, não tenho como habito fumar durante o dia, gostava de deixar mas ainda não sou inteligente o suficiente para isso.
      Apetência elevada para doces, escorregue de vez em quando por bons motivos.
      Menina com muita inspiração, o outro lado belo das coisas.
      São lagos em locais diferentes, o verde são lodo, algas, folhas...
      E o seu dia Céu? Como foi a sua manha? o seu almoço? escreveu? Leu?

      Beijos

      Eliminar
    2. Olá, Nuno!

      Tão madrugador! Mas, qdo desejamos mto uma coisa, nem chega a ser sacrifício, mas prazer.
      A luz é sempre maravilhosa, mas o início da aurora é algo indescritível.
      Hoje, "encheu a barriguinha" de natureza. Eu gostava de o ver na floresta, com todas essas peripécias, que lhe dão liberdade total e afastamento do cotidiano. Ai, Nuno, eu tenho medo de lagos e lodo. Sou mto pouco ou nada aventureira.
      O inverno tem tb a sua beleza. A chuva pode dar fotos magníficas.
      Curioso, só fuma qdo o sol se põe. Será falta de luz? Vai conseguir, pke é inteligente e zela pela sua saúde.
      Doces, Santo Deus! Não posso, não devo. O problema é k de há um mês para cá, é quase diariamente. A insulina está à espreita.
      Menina a quem deram mto amor e afeto, portanto, imaginação fértil e muito doce.

      O meu dia não começou tão cedo, qto o seu. Levantei-me às 8h, papei, tomei banho, alindei-me, e fui dançar Quizomba, às 11h. As aulas estão a ficar mto interessantes. Mais um homem, entrou hoje, um miúdo com 19 anos, com uma grande argola numa orelha, piercing no nariz, aspeto lavado, mas tem já mta prática, pke é frequentador assíduo de espaços de música africana. As mulheres são para aí umas 15 e homens 7, contando já com o professor.
      Convidaram-me, o pessoal de Quizomba, para ir esta noite a um bar, dançar, perto da zona onde vivo. Alguém me viria buscar por volta das 22h. Evidente k recusei, pke o "clima" não permite, e além do mais, não estou para aí virada. Se estivesse só, tb, NÃO iria.
      O meu almoço foi sopa de canja e uma maçã assada. Depois, dei um jeito à casa, e andei de volta da roupa. Tenho tanta para secar e para lavar, mas o tempo tão chuvoso não tem permitido. Os turcos são dificílimos de secar, sobretudo.
      Só escrevi para o Nuno, apenas para si, e não li, hoje.

      Beijos.

      Eliminar
  2. O seu blogue está a ficar cada vez mais bonito.

    TANTA COR, ALEGRIA, AMOR, SANTO DEUS! Obrigada!

    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Nuno,

    Esta música "embrulha-nos". Está criado o ambiente. PERFEITA SINTONIA!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Tão bom! Tão reconfortante! Já passou os meus comentários. Então, está por aí. Agora, faltam as suas novidades. Aguardo.

    Bises.

    ResponderEliminar
  5. novidades? :)
    Eu sou tão constante
    mas?
    O que se passa Céu?
    ;)

    ResponderEliminar
  6. Creio k não percebi a sua conversa acima. Quer explicar-se melhor, p favor?

    ResponderEliminar
  7. Bem, penso k já entendi. Qdo eu falo em "suas novidades", no comentário das 20.58, referia-me a como tinha sido o seu dia na floresta.
    É constante, sim senhor. Mas? Agora, sou eu k não percebo.
    Não se passa nada de anormal. Tudo como há uns dias atrás.

    ResponderEliminar
  8. Nuno,

    Presumo k já estará a descansar. É natural, pke se levantou mto cedo.
    Desejo-lhe uma excelente e serena noite.
    Vou comer alguma coisa leve, mas não doce, e depois vou, tb, deitar-me.
    Está a chover aqui e faz mto vento, tb. Estive a ver na net as temperaturas em Paris. 16ºg de máxima. Deve estar mto frio, julgo. Agasalhe-se bem, meu querido.
    Espero k esteja a dormir k nem um anjo e mto quentinho.

    Beijos e até amanhã, que passarei em casa.

    ResponderEliminar
  9. Bom dia, Céu.
    Por aqui está um dia de sol maravilhoso, estranho.
    Está em casa, deve ser bom, a nossa casa é o nosso lugar no mundo.
    Da varanda da minha tenda, já tive vistas maravilhosas, as auroras de dias maravilhosos.
    Sinto que está perto o dia de mudar a tenda, adormecer no sul, acordar na América já bem a Norte.
    Beijos Céu

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde, Nuno!

    Eu quero ir para Paris, pke aqui está frio e chove torrencialmente. Sol? Estranho, como diz, é verdade. E logo agora, o Sr. Engenheiro José Sócrates deixou Paris.
    É ótimo. Não há melhor lugar no mundo k este, A MINHA CASA.
    A sua conversa está cinco estrelas e se tivesse k a classificar, dar-lhe-ia (e não daria-lhe, pke não existe) nota 21.
    Bem, depende das "tendas", e sua tem decerto qualidade, pke até tem varanda. Há tendas onde até se fazem e festejam casamentos, festas, portanto chiquíssimas. Estão na moda e não se esqueça k eu sou alentejana, onde os Árabes estiveram muitos séculos, deixando marcas bem definidas, entre elas, tendas, mas nós preferimos casas, como a sua, aí. Fale-me dela, se quiser. Eu gostaria.
    Já teve, e vai ter, de novo, pke o mundo dá muitas voltas, ou seja, o movimento de rotação da terra está sempre a fazer-se, ainda não parou.
    Mude, em segurança, e adormeça na planície alentejana, k é a sul. Em Beja há alguns hotéis, não muitos, mas há um de estilo moderno, chamado Beja Parque (o parque de estacionamento é k é pequeno), com fabulosos pequenos almoços e a decoração em todo o hotel é muito elegante e agradável.

    Al Garb, na minha opinião, só tem mar e turistas, já pra não falar das outras desgraças, k se perdem, k desaparecem, pke se aventuram em zonas desconhecidas. É no Algarve e na Madeira.
    Há três anos, fui em visita de estudo, à Ponta de Sagres, e ia "morrendo". Que pavor, tudo aquilo! Fiquei na capelinha um monte de horas, enquanto os meus colegas se divertiam "bué". Creio k não falaram sobre o k representa Sagres nos Descobrimentos Portugueses, k era o mais importante. À noite, foram a uma discoteca, pke eram alunos de 12º ano, e eu fiquei no hotel, sossegadinha e a recompor-me.
    Eu não entendo o k dizem os algarvios, pke têm uma pronúncia estranha. Vivem do turismo, e não são, por natureza, seletivos, ao contrário de nós, alentejanos. Tanto algarvio, k no início do século passado veio trabalhar nas ceifas no Alentejo. Chamávamos-lhes os "ratinhos", pke "comiam na gaveta", e eram, em geral, desconfiados, fugitivos.
    Na América? Um continente, patologicamente, doente. Eu entendo mto bem o k quer dizer, e depois, diz k não tem jeito pra escrita. Eu gosto e aceito essa "bipolaridade". O Nuno não quer norte, não quer sul, não quer centro, quer sim um "ninho" com segurança, estabilidade e mto amor. Não é fácil nos dias k correm, mas é possível, SIM!

    Não sei se já leu um dos livros do Miguel Sousa Tavares, k está casado, em quintas ou sextas núpcias, não sei bem, nem tenho de saber, com a Teresa Caeiro, deputada e militante do CDS (ele há coisas! Um homem de esquerda, controverso, burguês, enfim...) de nome, "Equador". Vale a pena, pke o sul do mundo, da terra, tem muito mais encanto.

    Beijos e até logo.

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde, Céu.
    Esteve um dia maravilhoso, um dia de sol.
    Hoje optei por não sair daqui, não é a minha casa, não tem nada a ver com a minha casa, não é este o meu lugar no mundo.
    É VERDADE, todos sonhamos com segurança, estabilidade e amor, apenas sonhos!
    O tempo esta a passar rápido demais por mim, não me preocupo em ficar só, preocupa-me é a forma como sozinho estou a gastar o meu tempo.
    Vou ter em conta a sua sugestão, ''Equador''.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  12. Olá, Nuno!

    Excelente, por e para si!
    Paris, segundo disse há pouco tempo, é a cidade k o consegue prender, ficar e relaxar.
    Ficou em "sua" casa, pke, nós, tb, somos feitos de mudança, mesmo k, de vez em qdo. Lentamente, algo está a mudar, a impor-se dentro de si. Não se assuste, pke é assim, é normal.

    Neste momento, são APENAS sonhos, k se irão concretizar. Qdo, onde, como, com quem? Não sabemos.
    Viver sozinho/a tem vantagens e desvantagens, mas, em minha opinião, tem mais desvantagens do k vantagens, e eu sei do k falo.
    E essa forma não se pode alterar? Pode, claro. Andamos TODOS/AS procurando a felicidade a dois, preferencialmente, mas andamos TODOS ou quase todos trocados. Qdo encontramos uma "luz", um "archote", há sempre qualquer coisa k não deixa seguir, pelo menos tão rápido qto queríamos.
    Viver a dois não é complicado, mas tem de haver mta química, entendimento, e cedências de ambas as partes. Há sempre um k ama mais e outro k ama melhor. Qual "escolhe"?

    As minhas desculpas, pke embora o Miguel Sousa Tavares tenha escrito, tb, o "Equador", não era a esse k me queria referir, mas sim a um de nome, "SUL".

    Eu quero um sorriso e um abraço. Pode ser?

    ResponderEliminar
  13. Olá, Céu.
    Mais? melhor? Amor? não sei de que fala, esqueci há pouco tempo!
    SUL, quando for a Portugal tenho de comprar.
    Eu sorri sim, obrigado pela companhia, pela cumplicidade, pelo afeto, pelo seu tempo.
    Vou ao Aeroporto estão a chegar mais Portugueses.
    Beijos e um abraço forte.

    ResponderEliminar
  14. Olá, Nuno!

    "Tonto"! Há pouco tempo? Então, quer dizer k havia "moura na costa"! Agora, já não está apaixonado, portanto livre para amar, concluo.
    Compre, pke é mto interessante. Eu tenho cá em casa.
    Não me agradeça nada, pke o lhe "dou" é de mto boa vontade, e conscientemente.
    Vá, pke lhe faz bem.

    Ai, ai, mal consigo "mexer-me", "respirar" com esse seu abraço forte e com os seus beijos. São sempre bem vindos (estava só a fazer "fita").

    Beijos e talvez até logo. Caso já não nos falemos, hoje, desejo-lhe uma boa semana.

    ResponderEliminar
  15. hahahahaha, nao é nada disso!

    Boa Noite, até amanha.

    ResponderEliminar
  16. Ó, Sr. "Ingenheiro"!

    Então, e o meu comentário? Decidiu não passa-lo (censura" é o k é, este pessoal de "gôche" é assim), ou eliminou-o, sem querer?
    Então, e os Portugueses chegaram bem?

    "Não é nada disso". Eu sei, eu tenho a certeza k não é nada disso. Quis, apenas, "meter-me" com o Nuno, só isso.

    Noite tranquila, e ate amanhã, se Deus quiser.

    ResponderEliminar
  17. Bom dia, Nuno!

    Passou bem a noite? Eu não tive um sono repousado, reparador, mas, estou muito feliz.
    Hoje está SOL, aqui. Ah ah ah! (da maneira k escreveu em cima, refere-se ao verbo haver. Logo de manhã, começam as correções. Estou "farto", pensa o Nuno).
    Há cerca de 40 minutos k ando a estender roupa, mas eu gosto da lida doméstica.
    Que viva a luz, a claridade, dentro e fora de nós.

    Tenha um dia divino, com amor.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  18. Boa noite,
    Sim, tem de haver censura não pode ser de outra maneira! :)
    Sim, estão bem, aparentemente.
    É bom saber que está feliz.

    Beijos

    ResponderEliminar