quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Place des Vosgues


A voz deste soprano dissipa-se entre as arcadas da Place des Vosgues é impossível não parar e escutar por uns breves instantes.








16 comentários:

  1. Olá, Nuno!

    Uma das mais belas praças de Paris. Boa escolha, a sua. É aconchegante, romântica e convida a namorar. Já o fez lá?
    Chama-se, também, Praça Real, pois foi mandada construir por Henrique IV, no século XVII.
    Não é muito grande, mas é das mais antigas, e tem atrações e sumptuosidade k cheguem. Se um dia nos encontrarmos, em Paris, convidá-lo-ei a irmos ao nº 9 dessa praça. Espero k aceite.

    Nos dias quentes os jardins da praça, enchem-se de gente, k quer estar em liberdade, curtindo a vida, sem olhar sequer para quem está ao lado. Namoram, beijam-se, descansam, rebolam-se, relaxam, enfim, dão-se, e que "morra" o mundo.

    PARIS É ASSIM! É A CIDADE DA LUZ E DOS AMANTES. Vou fazer-lhe uma confissão: gostaria mto de amar aí, de aí ter um amor FORA DO COMUM e viver muitas luas de mel com ele. Enfim, sonhar não faz mal a ninguém. Ora, vou voltar à realidade, k é tão fria.

    Quanto à fotografia, k lá fez no sábado, está na "mouche". O ângulo está perfeito e tudo está muito bem enquadrado. As pedras k formam as arcadas são luxuosas e distintas (Sr. Engenheiro, desculpe as minhas limitações nesta área).
    O soprano está gingão, com ar de intelectual "doido", mas estiloso, pke está, excecionalmente bem vestido, e canta qdo e onde mto bem lhe apetece. É óbvio, k temos de parar, pke ninguém fica indiferente à Arte, e o canto é uma das formas dela. O homem tem um ar castiço, sem dúvida. Sabia que a palavra castiço vem/deriva de casto? A Língua, o Latim, neste caso, tem sempre razão, pke este tipo de gente é mesmo pura.

    Aço, Nuno? É mais forte do k o ferro? Liga, une e aguenta bem? Veja lá, pke estou nas "suas mãos", e acredito no k me está a dizer. Para cobrir o aço, posso pôr um pano de cetim vermelho? Já estou a "parvar" (este verbo não existe na Língua Portuguesa), mas "foge-me o pé para o chinelo" do lirismo, o k posso eu fazer?

    Camões, como todos os poetas, devem ter sido todos do signo capricórnio (risos). Amaram muito e muitas vezes, só k calhava-lhes sempre tudo mal. Amaram fervorosamente, e Camões até amou uma rainha de Portugal, mto mais velha k ele, k dizem ter sido a mulher da sua vida. Viajou para alguns lugares, e em cada um teve uma paixão arrebatadora, e dedicou-lhe versos.
    Como sabe, o pouco k ele ganhava, e o k lhe dava a Casa Real, ele gastava, num abrir e fechar de olhos, e depois, logo se via. Catarina de Ataíde, a tal rainha, proporcionou-lhe algum desafogo económico, e deu-lhe mto amor, k ele retribuiu a dobrar. A vida dele mudou em muitos aspetos, pra melhor, claro, mas foi ela k teve de terminou o relacionamento, k foi vivido por ambos, totalmente, à "socapa" devido a pressões sociais. Afinal, ele era plebeu, ou seja, não tinha "sangue azul", e ela era rainha. "Ganda" seca! Sorry, meu amigo, mas isto é de(formação) profissional.

    Uma noite e um dia excelente, e a agora já mais quentinho com o aquecedor.

    Beijos.

    PS: leu o meu "relambório", a história?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, Céu.
      Place des Vosges, não namorei por aqui, fico a aguardar a sua visita, depois posso ser o seu amante, aceita?
      É puro, não é normal deixar uma moeda, desta vez filo, é a forma de agradecer um momento de arte maior.
      O aço é mais ductil que o ferro fundido, têm menos carbono, sim um pano de cetim vermelho fica sempre bem.
      Posso dizer que é verdade o que escreve sobre os capricornios, as coisas que sabe de Camões, sempre a aprender consigo Céu.
      Sim li a sua historia!
      Céu quando vem a Paris?
      Beijos.


      Eliminar
    2. Boa noite, querido Nuno!

      Que "atrevido"! Escreve pouco, mas qdo escreve, qdo pergunta ou "pede", não tem "papas na língua".
      Infelizmente, a palavra AMANTE, k é única, linda e completíssima, tem uma carga negativa, aliás, distorcida, a ela associada, pke quem tem um/a amante, é normalmente, alguém casado, mas k tem um relacionamento extra conjugal.
      Para mim, AMANTE, é aquele/a k ama uma pessoa ou algo. Não se é amante, pke nos dá na real gana, ou para uma "rapidinha" (desculpe, Nuno e caríssimos leitores), mas, sim, pke AMAMOS, de facto e sem imposições. Nós estamos a construir uma amizade, e aí, nesse sentimento, já lhe respondo que pode ser meu amante, SIM.
      A propósito, vou enviar-lhe um link de uma canção dos anos 60, k a minha mãe adorava e eu passei tb a apreciar mto. Depois, diga-me se gostou, mas fale-me com verdade.

      FI-LO, e fez mto bem, pke o artista merece.

      Ai, Senhor Engenheiro, não percebi quase nada do k disse acerca do aço, mas, vou tentar pôr-me, não ao seu nível, mas no mínimo, para entender alguma coisa de elementos, ligas, carbono, oxigénio, azoto e sei lá mais o quê. Bem, compreendi, contudo k o aço é mais forte. Dúctil? Tenho de ir ao dicionário saber o significado deste adjetivo, em termos "civis".

      Ah, bom, então, aceita o pano de cetim. Ok, deixe o "resto" comigo. Não é nada disso k está a "pensar", NUNO, eu falo só do embelezamento e da sensualidade, k o cetim vermelho transmite, SEMPRE.

      Aprendemos, estamos a aprender um com o outro, e daqui só pode resultar uma "catedral", k pode mto bem ser a de Nôtre Dame.

      Só fui uma vez a Paris com os meus tios, k eram aí emigrantes, Eu era mto jovem, e portanto, mta coisa mudou aí, certamente, mas fiquei MUITO APAIXONADA pelo k vi. Não sei, "meu querido", mas apetecia-me dizer e vou escrever: PARIS, JE T' AIME.

      Uma colega minha foi o ano passado aí, na primavera, nas férias da páscoa, pela 1ª vez, e chorou, copiosamente, qdo viu os sítios mais emblemáticos, aliás, para ela tudo é emblemático nessa cidade. Foi com o namorado, um grande amor, k ainda hoje dura, e com a filha, k está na universidade. Ele, músico e arquiteto, perguntou-lhe: pourquoi, tu pleures, MON AMOUR?
      Ela respondeu-lhe: je ne sais pas, MON CHÉRI, mais je sais k JE T' AIME. Acredite, NUNO, k qdo ela me contou este episódio, fiquei com vontade de ser ela, pke gosto de amores verdadeiros, leais e sem anilhas, ou seja, gosto de amores k residam no coração.

      Bons sonhos.

      Beijos.

      PS: os capricornianos têm a mania k são fatalistas e k tudo, ou quase tudo, lhes corre mal, mas, é apenas, fruto do desânimo e da autoestima deles, k vai abaixo" mto facilmente.
      São teimosos, ciumentos, mas, qdo amam, amam mesmo. São mto competentes e profissionais, embora não gostem de timings. Não parecem ser fáceis de "manejar", mas é preciso saber como conviver/lidar com eles. Depois, o mundo não é mundo, é um jardim.


      Eliminar
    3. Boa noite, Céu.
      Então estamos a construir uma amizade com momentos de amor virtual.
      Aguardo a sua visita, prometo ser um bom guia, leva-la aos cantos mais belos desta cidade, com o passar do dia apaixonarei-me por si, direi-lhe se quier ser mi amante de verdade, passamos a lua de Mel nesta cidade e regressamos ao Alentejo. :) lol
      Besos mi amor

      Eliminar
    4. Olá, nuno!

      Estamos a construir uma amizade, COM BASES SÓLIDAS. O k chama "momentos de amor virtual", são afetos, que damos um ao outro.

      Pode acontecer, quem sabe, e eu confiarei no seu bom gosto, como guia. Qto ao resto, é sonho e vontade.

      Bons sonhos.
      Beijos.

      Eliminar
    5. Dizem que os sonhos comandam a vida.

      Eliminar
    6. E SE COMANDAM!

      Os brasileiros dizem k não devemos querer mito uma "coisa", senão conseguimo-la MESMO.

      Eliminar
  2. Olá, Nuno!

    Por aí tudo igual? Por aqui, também, excetuando o tempo k se agravou. Temos temporal, esta tarde. O país está em alerta vermelho numas zonas, e laranja, noutras (não estou a falar no aspeto político, pke, em minha opinião, temos bandeira azul, e as crises são cíclicas, e depois de se desbaratar, esbanjar, seja o k seja, e quem quer k seja, alguém tem de poupar, arrumar a "casa". Neste caso é uma casa grande, pke é um país, e isso implica sacrifícios, de toda a espécie).

    Sou, politicamente, de DIREITA (este conceito de direita e esquerda, está démodé, mas continua a usar-se, inadequadamente, e teve a sua origem na Revolução Francesa, aquando os deputados k queriam ordem, tudo no sítio e austeridade, porque ela era necessária, se sentaram no lado direito do Parlamento, Assembleia. Os outros, os k queriam SÓ facilitismos, sentaram-se do lado esquerdo, e assim nasceu este conceito de ser de direita ou de esquerda. Sabia, Nuno?

    Estive agora no seu outro blog "POR AÍ" (quem tem vagar, faz colheres, como se diz no Alentejo) e achei imensa graça às irregularidades e contrassensos k apontou, mas em todos os países, mas nuns mais k noutros, acontecem estas coisas. Na Coreia do Norte, JURO, k não acontece nada disto, pke para se sair da vila onde se mora para outra próxima, tem de se pedir uma autorização especial ao governo. Do resto, pouco ou nada se sabe, porque emigração e imigração são proibidas, e os meios de comunicação social nacionais e estrangeiros, RARAMENTE, divulgam, e qdo o fazem só dizem e mostram ao mundo aquilo k o governo coreano do norte, mto bem entende. Mas, "os cavalos também se abatem", e um dia, chegará o fim daquele sistema, k nem consigo classificar. Os muros de Berlim deles, cairão, mas, infelizmente, belicamente, presumo.

    Aquele seu blog durou pouco tempo e não teve mtos comentários, pke, provavelmente, tb o Nuno não comentava os delas. Lá fui encontrar a "Reflexo D' Alma", k comentou algumas vezes os meus blogues. Então, tornaram-se amigos, por email?

    "Meu amor", o seu blogue tem livro de reclamações? Sim. Então, pretendo apresentar uma "reclamação" e k é a seguinte: Por que razão o título do seu mais antigo blog, POR AÍ, está todo em maiúsculas, e este, está em minúsculas, excetuando as iniciais das duas palavras? Eu sei k é uma "coisa", uma luz vaga, mas é LUZ. Bem, espero k a minha reclamação seja apreciada, e se assim o entender, corrigida/satisfeita. OBRIGADA!

    Uma tarde ouvindo Vicente Palma, k nada tem a ver o carisma do pai. Deus queira k em alguns aspetos não tenha mesmo.

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha mãe diz-me que por ai está mesmo feio o tempo como a politica.
      Não sabia o porque de Direita e Esquerda.
      Por aí já acabou, tenho de cançelar, ainda tem menos pernas para andar que o novo Luz Vaga.
      Cheguei a comentar alguns blogues, mas como tenho alguma dificuldade em escrever, fui deixando, deixando, e fiquei sozinho..
      Os convidados têm sempre razão.
      Há talento na familia Palma, gosto.
      Beijos

      Eliminar
    2. A mãe tem razão, qto ao tempo, e lá pra cima, tanto pior. Bem, qto à política, cada pessoa pensa de sua forma, e devemos respeitar as ideias de cada um. O país, agora, agitou-se um pouco, por causa da legionela, a tal bactéria.

      CANCELAR: Regra: o "c" só leva cedilha, junto do "a", ou do "o" .
      Exemplos: maciço (levou cedilha junto do "o"). Maçaroca (levou cedilha junto do "a").
      conceder, não leva cedilha junto do "e".
      conciso, não leva cedilha, junto do "i".

      Faz muto bem em elimina-lo, pke o LUZ VAGA, embora só SEU E MEU, praticamente, tem mtas pernas para andar, aliás, tem tentáculos. Eu gostava k ele tivesse mais imagens retiradas da net, ou feitas por si, mais texto, mas lá chegaremos. Desde o início deste blog, o Nuno nunca postou nem escreveu tanto como agora. Sente isso? Eu só não vou comentar blogues, com seu conhecimento, e em seu nome, pke me "apanham", logo. Garanto-lhe k teria aqui a mulherada toda, mas eu dava conta do recado. O Nuno nem precisava de se "preocupar", pke eu fazia os preliminares, a festa em si, atirava os foguetes e apanhava as canas, mas se o Nuno quiser, guarda em rascunho as nossas conversas, e começa, ou melhor, começo eu a comentar blogues, e eles/as vêm aqui retribuir.
      Que lhe parece?

      Pois, mas agora NÃO vai ficar sozinho, pke eu não "desgrudo", e não o deixo "desalapar".

      EXATAMENTE, os "clientes" têm SEMPRE razão. Ficaram lindas as letras e veem-se mto melhor.
      MERCI por ter aceite a minha "reclamação".

      Continue a gostar, afinal é a música da década em k nasceu, mas como nós estamos em constante mutação, o k hoje é "verdade", amanhã é "mentira".

      Beijos.

      Eliminar
  3. Céu, Amanha vou comprar os lápis! depois quero um poema seu.
    Sinto que escrevo mais sem duvidas depois que a Céu chegou.
    Bem estou a imaginar o filme! é melhor não isso, é muita areia para o meu caminhão.
    Não desgrude Céu.
    Besos, muchos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão querido e tão terno!

      Nuno, amanhã, mais para o final da tarde, e mesmo sem lápis, dar-lhe-ei um poema, k ainda não fiz. Será exclusivo seu e só para si. Talvez o mande para o seu email, com uma imagem retirada da net, e depois, se o k quiser postar, esteja à vontade.
      Na escrita, está mais solto, não tenha dúvidas, e qto mais escrever, mais ideias vai tendo e treino, naturalmente.

      A chegada da Céu foi um "CÉU DE LUZ" na sua vida. Que bom! Gosto de fazer pessoas felizes.
      Não é mta areia para o seu camião, não, mas os flimes só devem imaginar-me qdo já temos guião, atores, atrizes, enfim, quase tudo.

      Tenho um "assunto" a resolver, de k lhe falarei depois, mas não posso ser desumana nos tempos mais próximos (depois vai entender).

      NÃO O VOU DEIXAR SOSSEGADO, NÃO VOU DESGRUDAR, PODE ESTAR CERTO, MAS DAR-LHE-EI ESPAÇO, PKE PRECISA.

      Besitos, muchos.

      Eliminar
    2. Já percebi k não quer aqui a mulherada toda a comentar os seus/meus posts.
      Eu sou SUA comentadora residente, portanto, está servido. Monogamia blogática (esta palavra NÃO EXISTE).

      Amanhã, vou dançar das 11h às 13. O Professor está bem diferente, pra melhor, e esforça-se por falar o nosso português. A namorada é k não está a gostar da "brincadeira". Enfim, gaiatices!

      Uma noite doce.
      Bises.

      Eliminar
  4. :)

    '' Tenho um "assunto" a resolver, de k lhe falarei depois, mas não posso ser desumana nos tempos mais próximos (depois vai entender)'' não entendi, quero que fale verdade.

    ResponderEliminar
  5. Agora entendi, seja igual a si própria, aconteça o que acontecer não perca essa felicidade, vontade de viver, aprender, fazer da vida o seu poema. Se poder esteja ao lado, de certa forma é recompensada todos os dias por isso. devemos estar lá quando mais precisam de nós.

    ResponderEliminar
  6. Olá, Nuno!

    Sabia k iria entender, embora não tenha nenhum curso de Humanidades, mas sim de Ciências Exatas.
    O HUMANISMO foi o matéria k mais gostei de estudar em todas as épocas/idades da História, e são quatro: Idade Antiga ou Antiguidade, Idade Média ou Medieval, Idade Moderna e Idade Contemporânea.

    De facto o Homem, a Humanidade, passar a ser o centro das atenções, foi, é e será um passo gigantesco, e estará sempre na moda.

    Continuarei a ser uma Humanista, uma benemérita, uma voluntária, uma mecenas, quando me for possível, pke ajudar e estar ao lado de quem precisa, sempre foi o meu lema.

    Sei k Deus decide sempre bem, ou seja, escreve "direito por linhas tortas", e sei tb, k quanto mais dou, mais recebo. Que se faça a vontade do PAI, e não a minha.

    ResponderEliminar