terça-feira, 11 de novembro de 2014


Sentir a intensidade da luz na noite fria, em contrastes entre pretos e brancos, nas ruas vazias da cidade .



3 comentários:

  1. Bom dia, Nuno!

    Como está? E o tempo por aí? Aqui está muito frio e tem chovido, quase todos os dias. Enfim, estamos no outono/inverno.

    São lindas as fotografias que aqui postou, mas de LUZ VAGA, nada têm, tal não é a intensidade delas, e aquilo que, nas noites frias, despertam em seres sensíveis, como o Nuno.

    Agarrado? Ainda bem k não está "preso", pke "amar" é estar preso por vontade, assim dizia Camões. Sei que é uma amizade, um afeto que se está a construir, "tijolo a tijolo", com muita "massa", muito "cimento" e prudentemente. Os "prédios" não podem cair. Tenho "medo", juro!

    Um dia feliz e repleto de olhares de luz, dessa k não é VAGA.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Boa noite, Céu.
    Foi um dia como todos os outros, sem novidades,sem noticias boas ou más.
    Hoje teve um dia ventoso e frio, aqui no escritório já esta ligado o aquecedor, torna os dias mais quentes.
    As fotografias são do sábado passado, no mesmo sitio de sempre.
    Camões tinha toda a razão, por ser poeta também ele não se dava bem com o amor,penso eu, preferiu descobrir o mundo.
    Eu junto o elemento aço, agora pode perder esse seu medo, juntos vamos certamente criar uma amizade.
    Boa noite, Amiga.
    Beijos

    ResponderEliminar