quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Fajã da Ribeira










5 comentários:

  1. Sim, senhor! "Isto", agora, está a tomar mesmo forma. O blogue está a transbordar de luz: é a do sol, é a da lua, mais as das Fajãs, mais a INTERIOR e mais a luz da vontade do regresso àquele cais na esperança de um possível reencontro. Publicações quase que diárias, que passam por vários sítios, resumindo, vida paralela, como diz Miguel Sousa Tavares, que "não sei quem é. A estas atitudes chamamos compulsividade, que se associam sempre ao desejo de mostrar "serviço". E "anda o sol na minha rua cada vez até mais tarde, a ver se pergunta à lua, a razão porque não arde..."

    Ah! E para além dos comentários sob aprovação, agora, temos Live Traffic Feed, que, errou na minha cidade, mas não muito. Contudo, PARABÉNS!

    Noite feliz e bom fim de semana.

    PS: vou ali comprar um bocadinho de orgulho, teimosia e desinteresse.

    ResponderEliminar
  2. A luz faz-nos bem, passei grande parte das minhas férias a olhar o mar, o sol, a luz, assim sem pensar em mais nada...
    Depois não entendi grande parte do seu comentário.
    Obrigado por ainda andar por aqui,
    Bom fim de senana.

    ResponderEliminar
  3. Boa noite, Nuno!

    Quero, primeiramente, pedir-lhe desculpa pelo comentário brincalhão, que ontem aqui escrevi, e que não entendeu grande parte dele, como referiu, mas já vou explica-lo.
    Depois, quero, gostaria de saber de si.

    Passo a explicar então o meu comentário: quase todas as fotos k fez na Madeira estão cheias de luz, o que é normal e natural num arquipélago como é aquele. A luz faz bem a toda a gente, venha ela, donde vier, e o Nuno acabou de o afirmar no seu comentário acima. Qto ao mar, já sabe qual é a minha opinião, a esse respeito.
    Claro que foi pura "provocação" minha qdo disse k não sabia quem era Miguel Sousa Tavares, nós k até falámos de dois livros dele (Equador e Sul) , aliás, a sua primeira publicação qdo regressou da Madeira foi uma citação de um livro dele. Certo?
    Depois, noutra publicação, fala de um cais onde esteve, e onde espera voltar, na tentativa de voltar a ver, a encontrar uma pessoa, k lhe agradou. Compreendido?
    Depois, transcrevi entre aspas, um verso de um fado, k já foi cantado por vários artistas: "anda o sol na minha rua cada vez até mais tarde...", pke os suas fotos mostram o sol, a lua e muita luz.
    É natural k tenha feito mtas fotografias na Madeira, e portanto, tem mto para nos mostrar e há, tb vontade de o fazer, de o revelar (compulsividade, no bom sentido).

    Comentários sob aprovação, e desde k entrei em contacto com o seu blogue, e com o Nuno, naturalmente, sempre assim foi. O Live Traffic Feed é bastante recente, ontem, penso, e creio k até já lhe tinha dito k achava esta indicação útil nos blogues e até lha tinha sugerido.

    "Obrigado por andar ainda por aqui", escreveu o Nuno. Está a brincar, certamente, SÓ PODE, mas eu aceito a "brincadeira", com o otimismo k me caracteriza. Não me agradeça, pke eu não brinco com sentimentos, com afetos e cumplicidades.

    Qto ao PS: que escrevi, quis com ele dizer k não sou nem orgulhosa, nem teimosa (tal como já sabe) e nem me desinteresso, assim, de um momento para o outro, de algo k estou a ajudar a "construir", e em k me empenho e me "dou".

    E porque sempre fui leal, mto sincera e mto transparente em relação ao Nuno, e a toda a gente, em geral, deixe k lhe diga, k achei o seu comentário, as suas palavras corretas, sim, mas um tanto frias, como se nós NUNCA tivéssemos trocado impressões. Eu continuo a ser a mesma pessoa, sem tirar, nem pôr. Direta, sem melindrar, meiga, sem "abafar" e mto sensitvia, porque nasci com esse dom.

    Sei k entendeu, agora, tudo o que disse/escrevi, e gostaria k continuasse a ver em mim a mesma pessoa de 25 de outubro, de 25 de novembro, de 25 de dezembro do ano k passou, e do ano k há 16 dias se iniciou.

    EU SOU "CÉU", PORTANTO SÓ LHE POSSO DAR LUZ.

    Bom fim de semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  4. :) Agora entendi, sou por vezes lento, obrigado pela explicação.
    Muita luz, muita luz e poucas as fotografias que fiz na Madeira, para além das publicadas não tenho muito mais a partilhar, foi tempo de reflexão, família, tempo de olhar para a vida da forma mais bela ao olhar os olhos e o sorriso do João Maria, só coisas boas...
    Sabe Céu, ao contrario de si e de muitas pessoas que conheço, por fezes sou frio, distante, sinto que perdi, não tenho o dom dos afectos, das relações, das amizades, afinal sou um puro solitário que não sabe estar de outra forma.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. "TONTO", ne dis pas de bêtisses.

    Ao longo da vida, vamos perdendo, mas depois ganhamos.

    TEM e já o mostrou tantas vezes no seu blogue. Releia alguns dos seus comentários. Lembro-me, perfeitamente de um em k o Nuno diz : com as mãos na cabeça dei três voltas ao quarto. Mas o k é isto? Quem escreve assim não é normal. O que eu me ri..! Com k então, não sou normal? Eu entendi mto bem o k quis dizer.

    Nua
    soberbamente nua
    nua
    sob o teu corpo
    TUA.

    Lembra-se? Resposta sua: quando, onde? Achei montes de piada, pke foi tão voluntário/puro naquilo k disse. Claro k cá estou eu para "resfriar" os normais e naturais impulsos.

    Beijo.

    ResponderEliminar