quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Imagens desfocadas presentes na minha memoria.


Fundação Serralves / 19-12-2009

 Imagens desfocadas presentes na minha memoria.

Não sei onde em 18-02-2011


Não sei onde em 18-02-2011


Gérard Castello Lopes

A fotografia é uma forma de ficção. É ao mesmo tempo um registo da realidade e um auto-retrato, porque só o fotógrafo vê aquilo daquela maneira.



domingo, 8 de fevereiro de 2015

Gretz - Presles-en-Brie - Liverdy-en-Brie - Neufmoutiers-en-Brie









Porque a vida esta lá fora, eu e a nova namorada fomos passear.
Vimos tantas coisas, ela parece ter gostado, prometi-lhe um dia 
fazermos uma grande viagem.


                                                                                        

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Sonho Impossível


Eu tenho uma espécie de dever
de dever de sonhar
de sonhar sempre,
pois, sendo mais que uma espectadora de mim mesma
eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso.
E assim me construo a ouro e sedas,
em salas supostas,
invento palco, cenário
para viver o meu sonho,
entre luzes brandas e músicas invisíveis.

Sonho impossível

Sonhar mais um sonho impossível
Lutar quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível
Negar quando a regra é vender
Sofrer a tortura implacável
Romper a incabível prisão
Voar num limite provável
Tocar o inacessível chão
É minha lei, é minha questão
Virar este mundo, cravar este chão
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz
E amanhã este chão que eu deixei
Por meu leito e perdão
Por saber que valeu
Delirar e morrer de paixão
E assim, seja lá como for
Vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor
Brotar do impossível chão"