domingo, 14 de junho de 2015


Consciente do brutal impacto sabia que aquele instante teria mudado tudo para sempre, consegui dizer o meu nome, que idade tinha e de onde era, mexer os dedos dos meus pés e até das mãos, sentia o sabor a sangue na minha boca e ao mesmo tempo sentia acima de tudo que afinal a minha vida não tinha rigorosamente importância nenhuma.


5 comentários:

  1. Dizem que tudo na vida tem um lado positivo... hoje não o estás a identificar mas verás num outro dia ou instante! A tua vida tem muita importância nos gostamos muito de ti.

    ResponderEliminar
  2. O lado bom, positivo, descontraído, natural e realista.
    Beijinhos, Xana.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  3. Que "a minha vida não tinha rigorosamente importância nenhuma"?
    Grande Nuno, sabes que eu eu sou teu fã, mas, não gostei mesmo nada de ler a parte final do teu comentário!
    Fica bem e faz o favor de não baixares os braços... Um abraço, Arménio.

    ResponderEliminar
  4. Há acontecimentos que nos fazem ver realidades, k ainda não tínhamos descoberto ou vivido. Às vezes, servem para sacudir-nos.

    A vida pode perder-se num instante. Para quê, então, guerras, disputas, ambições desmedidas, qdo tudo é tão efémero...!!!

    De qualquer forma, VIVER É EXCELENTE, NUNO, independentemente de ventos alísios e contra-alísios. O amor e autoestima de cada um de nós são o suporte e o elam da própria vida.

    Beijo e um domingo como lhe der prazer.

    ResponderEliminar