segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Perdi-me no tempo numa terra estranha, a terra onde mora minha mente.


Perdi-me no tempo numa terra estranha,
a terra onde mora minha mente.




4 comentários:

  1. Se te sentiste presente não te perdeste no tempo, nem estavas numa terra estranha. É uma forma de estar, é... és tu!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tipo da foto sou eu, a fotografia poderia ser muito bem o meu autoretrato, sim sou eu...
      beijinhos Xana

      Eliminar
  2. Gostas, sério?
    Obrigado Nicolau, por esta e por outras, estou em falta contigo.
    1 abraço

    ResponderEliminar