domingo, 16 de abril de 2017



Uma raiz que me agarra á terra, que me alimenta, que me mostra a verdade.
Que me diz, depois de cada inverno há sempre uma primavera enquanto existir vida.
Como as plantas nunca morremos completamente, há celulas numa raiz profunda que predura e mais tarde se transforma.


segunda-feira, 3 de abril de 2017

Sem dar por isso



Vamos de mãos dadas á procura das paisagens com que nos identificamos,
Tu fazes o enquadramento, escolhes o lugar no tempo, eu apenas disparo.
E assim sem dar por isso o tempo passou, a vida passou, sem dar por isso.