terça-feira, 18 de julho de 2017

RIO VOUGA l FOZ, SEVER DO VOUGA


3 comentários:

  1. Embora a melancolia, o desejo de evasão e de "fuga" aos outros aconteça algumas vezes, gostaria que a minha presença aqui fosse uma coisa como a luz e a vida. Demasiada ambição, eu sei!

    À foz tudo vai desembocar, desde a beleza recôndita da foto, até aos afetos, que ligam "margens" há três anos.

    ResponderEliminar
  2. É extremamente dificil escrever, responder, quando do outro lado esta alguém que brinca com as palavras de uma forma ...!
    É uma luz vaga que por vezes se transforma.
    Três anos, não tenho mesmo a noção de tempo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. O mais importante é escrever, responder com a verdade do coração.
    Que se transforme em Luz Média ou à Média Luz - um laivo de humor.
    Não interessa ter noção do tempo. Os arquivos tudo dizem e o do blogue também: 2014 - 152 posts.

    ResponderEliminar